Pesquisar

domingo, 10 de maio de 2015

Tito 3

1 Admoesta-os a que se sujeitem aos principados e potestades, que lhes obedeçam, e estejam preparados para toda a boa obra;

2 Que a ninguém infamem, nem sejam contenciosos, mas modestos, mostrando toda a mansidão para com todos os homens.

3 Porque também nós éramos noutro tempo insensatos, desobedientes, extraviados, servindo a várias concupiscências e deleites, vivendo em malícia e inveja, odiosos, odiando-nos uns aos outros.


4 Mas quando apareceu a benignidade e amor de Deus, nosso Salvador, para com os homens,

5 Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo,



6 Que abundantemente ele derramou sobre nós por Jesus Cristo nosso Salvador;

7 Para que, sendo justificados pela sua graça, sejamos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna.

8 Fiel é a palavra, e isto quero que deveras afirmes, para que os que crêem em Deus procurem aplicar-se às boas obras; estas coisas são boas e proveitosas aos homens.


9 Mas não entres em questões loucas, genealogias e 
contendas, e nos debates acerca da lei; porque são coisas 
inúteis e vãs.

10 Ao homem hereje, depois de uma e outra admoestação, evita-o,

11 Sabendo que esse tal está pervertido, e peca, estando já 
em si mesmo condenado.

12 Quando te enviar Ártemas, ou Tíquico, procura vir ter comigo a Nicópolis; porque deliberei invernar ali.


13 Acompanha com muito cuidado Zenas, doutor da lei, e Apolo, para que nada lhes falte.


14 E os nossos aprendam também a aplicar-se às boas obras, nas coisas necessárias, para que não sejam infrutuosos.

15 Saúdam-te todos os que estão comigo. Saúda tu os que nos amam na fé. A graça seja com vós todos. Amém.

1 João 3:1-24

Vede que grande amor nos tem concedido o Pai: que fôssemos chamados filhos de Deus; e nós o somos. Por isso o mundo não nos conhece; porque não conheceu a Ele.


Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifesto o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando Ele se manifestar, seremos semelhantes a Ele; porque assim como É, O veremos.


E todo o que Nele tem esta esperança, purifica-se a si mesmo, assim como Ele é puro.


Todo aquele que vive habitualmente no pecado também vive na rebeldia, pois o pecado é rebeldia.


E bem sabeis que ele se manifestou para tirar os pecados; e nele não há pecado.


Todo o que permanece nele não vive pecando; todo o que vive pecando não o viu nem o conhece.


Filhinhos, ninguém vos engane; quem pratica a justiça é justo, assim como Ele é justo;
quem comete pecado é do Diabo; porque o Diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do Diabo.


Aquele que é nascido de Deus não peca habitualmente; porque a semente de Deus permanece nele, e não pode continuar no pecado, porque é nascido de Deus.


Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do Diabo: quem não pratica a justiça não é de Deus, nem o que não ama a seu irmão.


Porque esta é a mensagem que ouvistes desde o princípio, que nos amemos uns aos outros,não sendo como Caim, que era do Maligno, e matou a seu irmão. E por que o matou? Porque as suas obras eram más e as de seu irmão justas.

Meus irmãos, não vos admireis se o mundo vos odeia.


Nós sabemos que já passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Quem não ama permanece na morte.


Todo o que odeia a seu irmão é homicida; e vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanecendo nele.


Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e nós devemos dar a vida pelos irmãos.


Quem, pois, tiver bens do mundo, e, vendo o seu irmão necessitando, lhe fechar o seu coração, como permanece nele o amor de Deus?


Filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obras e em verdade.


Nisto conheceremos que somos da verdade, e diante Dele tranqüilizaremos o nosso coração;porque se o coração nos condena, maior é Deus do que o nosso coração, e conhece todas as coisas.


Amados, se o coração não nos condena, temos confiança para com Deus;
e qualquer coisa que lhe pedirmos, dele a receberemos, porque guardamos os seus mandamentos, e fazemos o que é agradável à Sua vista.


Ora, o Sseu mandamento é este, que creiamos no nome de seu Filho Jesus Cristo, e nos amemos uns aos outros, como ele nos ordenou.


Quem guarda os seus mandamentos, em Deus permanece e Deus nele. E nisto conhecemos que ele permanece em nós: pelo Espírito que nos tem dado.

Vendo Ebook: Mensagens Subliminares

Veja também :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...