Pesquisar

sábado, 26 de junho de 2010

Igreja do Maradona




FUNDADA EM ROSÁRIO, NA ARGENTINA, EM 1998, A IGREJA MARADONIANA JÁ CONTA COM DEZESSEIS MIL SEGUIDORES NO BRASIL.

Tudo começou na madrugada de 30 de outubro daquele ano, quando dois amigos se encontraram: o jornalista Hernan Amez e seu amigo Hector Campomar. Um olhou para o outro e disse: “Feliz Natal!”, numa alusão ao aniversário de Maradona, o maior jogador de futebol argentino — para muitos, o melhor do mundo.

Essa brincadeira escarnecedora evoluiu para uma idéia que a dupla chamou de mágica. Convidaram outro amigo e fanático por Maradona, Alejandro Verón, e juntos resolveram fundar a IGREJA MARADONIANA. Desde então, para esses zombeteiros, o calendário passou a ser dividido em a.M. e d.M., isto é, antes e depois de Maradona. Nesse caso, estamos hoje no ano 49 d.M.

Todos os anos, desde 1998, os seguidores de Maradona festejam o seu Natal, a 30 de outubro, e o que chamam de Páscoa, a 22 de junho, numa referência ao gol que consideram milagroso contra a Inglaterra, na Copa de 1986, quando o jogador driblou vários adversários. No mesmo jogo, o craque argentino fez um gol com a mão e respondeu aos jornalistas, após a partida, cinicamente: “GOL COM A MÃO? FOI A MÃO DE DEUS”.

No lugar onde os maradonianos se reúnem há um ALTAR AO SEU ÍDOLO, ONDE OS SACERDOTES, COM TRAJES SIMILARES AOS DOS PADRES CATÓLICOS, ACENDEM VELAS. ALÉM DISSO, HÁ UMA BOLA “ENSANGUENTADA”, COM UMA COROA DE ESPINHOS.

Numa entrevista ao jornal Lance!, o fundador do movimento afirmou que é possível ser católico e maradoniano, pois um é o deus do coração, e o outro da razão, numa demonstração de que não está brincando quando endeusa o ex-jogador. E concluiu: “Não queremos mudá-lo, o adoramos como ele é”.

ZOMBANDO DO CRISTIANISMO E IDOLATRANDO MARADONA, O MARADONIANISMO JÁ CONTA COM CEM MIL SEGUIDORES PELO MUNDO.

Desse número, como já mencionei, mais de quinze por cento são brasileiros, entre eles alguns famosos, como: Ronaldinho Gaúcho, Deco (que atua pela Seleção de Portugal) e o ex-jogador Careca (grande amigo de Maradona). Este declarou, endeusando o atual técnico da Seleção Argentina: “Ele é mesmo um Deus. É a maneira de o povo retribuir tudo o que ele já fez pela Argentina, e mostrar sua admiração. Sou um desses admiradores também” (Lance!, 4 de setembro de 2009, p.26).

Sei que, para muitos, tudo isso não passa de uma brincadeira. Mas, como diz a Palavra do Senhor, “Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará” (Gl 6.7).





Fonte
Os jogadores de futebol ganham muito pouco...

sábado, 19 de junho de 2010

PASTOR SILAS MALAFAIA SAI DA CGADB

Oque está acontecendo com a Ass. De Deus?

Após renúncia do pastor Silas Malafaia da vice-presidência da CGADB, outro integrante da diretoria deixou a entidade. O pastor Antônio Silva Santana, da Assembléia de Deus de Ribeirão Preto (SP), protocolou no dia 31 de maio carta em que pede afastamento da primeira secretaria da mesa diretora da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil.

Ver Mais >>>



segunda-feira, 7 de junho de 2010

Batalha Espiritual em 3 Níveis


1-Guerra Espiritual em Nível Solo


2-Guerra Espiritual em Nível de Ocultismo


3-Guerra Espiritual em Nível Estratégico


Devemos saber que a Bíblia não usa tais definições de forma explícita, entretanto, elas podem ser claramente entendidas dentro do seu contexto, como veremos a seguir:



1.Guerra Espiritual em Nível Solo


Esse é o aspecto mais comum, e conhecido na guerra espiritual. Trata-se da expulsão de demônios. O ministério de Jesus foi repleto de confrontos espirituais nesse nível, Mt 4.14; 8.16; Mt 9.32,33; Mc 1.23-27; 5.1-15; 9.25-27; etc. O Senhor deu à Sua Igreja a incumbência de fazer o mesmo, Lc 9.1; 10.17; At 8.5-7, etc.

O evangelismo eficaz será sempre acompanhado desse nível de confronto! Mc 16.15-17.







2.Guerra Espiritual em Nível de Ocultismo


Esse nível é substancialmente diferente do demonismo ordinário. É nele que ocorrem as doenças malignas; os rompimentos conjugais; os acidentes; os vícios; as imoralidades; as divisões na igreja, etc.

É chamado de “ocultismo”, porque a ação do maligno é muito sutil e oculta. Ele fica por detrás dos fatos, com o objetivo de manipular astutamente os acontecimentos.

Neste nível, os poderes demoníacos agem de forma inteligente e organizada, através de seus aliados humanos, tais como: Seitas falsas: Mestres cósmicos da Nova Era, médiuns espíritas; maçonaria; feiticeiros, bruxos, advinhos, etc.


Um exemplo bíblico, deste nível de conflito está em At 16.16-24. É patente aqui que a experiência de Paulo com a Pitonisa de Filipos envolvia uma classe de demônios diferentes dos ordinários, pois o evento provocou tão grande comoção política que os missionários foram presos! Precisou de uma intervenção milagrosa da parte de Deus, para que Paulo e Silas tivessem plena vitória naquele combate espiritual!


3.Guerra Espiritual em Nível Estratégico

Neste nível temos que contender com uma concentração ainda mais perigosa de poderes malignos. São as “potestades do mal”, que dominam determinados lugares!

Daniel 10.12,13 – Fala do “Príncipe do reino da Pérsia”, o qual era um principado do mal, que dominava aquele reino! Esse principado tinha influência sobre o rei da Pérsia, e, também impedia as orações dos santos.


Marcos 5.9,10 – Aqui temos uma legião de demônios que considerava a região de Gadara, como o seu lugar de habitação!

Lucas 11.21,22 – Jesus ilustrou aqui, este nível de guerra espiritual.

Efésios 6.12 – Paulo fala de uma espécie de hierarquia espiritual no reino das trevas.

Observações Importantes sobre a Guerra Espiritual em Nível Estratégico:


1.Neste nível, a Igreja, não combate apenas um “demônio”, mas um “projeto”, ou uma “fortaleza” maligna.


2.É necessário tempo e muita consagração espiritual para que o poder maligno seja quebrado.


3.É necessário que a Igreja busque a intervenção direta de Deus. Como no caso de Daniel 10.13, onde houve a participação angelical. E também o caso da libertação de Paulo e Silas do cárcere de Filipos. Outro caso é o de Ap 12.7-12.

4.A Igreja deve depender das “armas poderosas em Deus, para destruição das fortalezas”, II Co 10.3,4;


5.A Igreja tem que saber que é parte integrante neste nível de conflito. Nele, está incluída a aniquilação definitiva de Satanás, Rm 16.20;





6.Os três níveis de guerra espiritual estão intimamente relacionados, e, aquilo que sucede em um dos níveis, afeta os demais níveis.





7.Quando Paulo fez a Guerra Espiritual no nível de solo e do ocultismo em Éfeso, o reino de “Diana”, o principado que dominava aquela região, foi atingido! E, isto já era Guerra Espiritual em Nível Estratégico!





8.Mesmo que não conste que Paulo tenha entrado no Templo de Diana, nós sabemos que, nas regiões celestiais, essa “potestade” maligna começou a perder o domínio.





9.A tradição conta que, o Apóstolo João algum tempo depois, quando pastoreava a Igreja de Éfeso, entrou no Templo de Diana, confrontou a “potestade”, e o ídolo caiu, espatifando-se pelo chão! Segundo alguns estudiosos da história cristã, foi esse tipo de Guerra Espiritual feito pela Igreja do primeiro século que, ocasionou o seu espetacular crescimento. Visto que no 3º século, o Cristianismo já havia alcançado todo o mundo de então.





10.Um exemplo de aspecto negativo que temos, foi o que ocorreu no sétimo século, quando a igreja nominal, organizada sob a forma dos concílios, deixou de orar e, de fazer guerra espiritual. Satanás se aproveitou da apostasia, para levantar o falso profeta, chamado Maomé, o qual fundou o Islamismo – hoje a maior resistência contra a mensagem de Cristo em todo o Oriente, na maior parte da África, Ásia, e outras localidades do mundo.





11.Diante desta realidade espiritual, a Igreja hoje, deve entrar com firmeza no combate espiritual. Deve fazer Guerra Espiritual nos três níveis! Deve conquistar as regiões celestiais, com muita oração, consagração e jejuns. Deve estar atenta, vigilante para não oferecer qualquer brecha para o inimigo!





12.Encerrando, vamos lembrar de três verdades fundamentais sobre a Guerra Espiritual:




a) Jesus já foi declarado o Vencedor; Cl 2.15; Hb 2.14;



b) A missão da Igreja agora é fazer valer a Sua vitória triunfante; Mt 10.1,8;



c) A única arma que Satanás realmente possui hoje é o “engano”, Ap 12.9.

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Mundo contra Israel ?

Inconcebível atuação do nosso presidente ao não apoiar a defesa de Israel e manifestar - se contra.

Pois "Bendito serão os que te abençoarem, e maldito serão os que te amaldiçoarem".

Se eles sabem que não podem ultrapassar a faixa de gaza porque ultrapassam com a desculpa de ajuda comunitária aos palestinos ?
...
Porque não vão levar ajuda comunitária para países nescessitados?


De tebela a nação brasileira está sendo prejudicada.


Nosso presidente também tem apoiado o presidente do Irã que é inimigo de Israel.


Veja também :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...